Dólar fecha em queda nesta sexta-feira, a R$ 3,14



Moeda dos EUA recuou 1,6%, a R$ 3,1435 na venda; na semana, valorização foi de 0,91%.


O dólar fechou em baixa em relação ao real nesta sexta-feira (10), após dados sobre o mercado de trabalho norte-americano terem corroborado as apostas de que o Federal Reserve, banco central do país, subirá os juros na próxima semana.


A moeda norte-americana recuou 1,6%, a R$ 3,1435 na venda, após ter encerrado na véspera a R$ 3,1947. Veja a cotação


Na semana, o dólar acumulou valorização de 0,91%, terceira semana seguida de alta, período no qual acumulou ganhos de 1,64%.


Cenário externo

A criação de vagas fora do setor agrícola nos Estados Unidos atingiu a marca de 235 mil postos de trabalho no mês passado, com o setor de construção registrando o maior ganho em quase 10 anos devido ao clima quente atípico, informou o Departamento do Trabalho nesta sexta-feira.


O Fed se reúne nos próximos dias 14 e 15. Pesquisa Reuters mostrou que, pela mediana dos analistas consultados, o banco central norte-americano deve elevar os juros três vezes neste ano, começando pela reunião que vem.


Ao elevar as taxas de juros dos Estados Unidos, o Fed pode atrair ao país recursos aplicados atualmente em outras praças, como a brasileira.


"Por ora, acho que o Fed não vai mudar a estratégia dele, mantendo as três tranches. Eventualmente, vejo uma chance de ele aumentar o passo da elevação", avaliou o superintendente da Correparti Corretora, Ricardo Gomes da Silva.


Cenário local

O mercado financeiro também continuou de olho no cenário político brasileiro, sob a expectativa pela divulgação da lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com pedidos de abertura de inquérito ao Supremo Tribunal Federal (STF) com base nas 77 delações de executivos da Odebrecht, destaca a a Reuters.


O Banco Central brasileiro mais uma vez não anunciou qualquer intervenção no mercado de câmbio nesta sessão. Ainda havia no mercado expectativa sobre o que o BC fará com os swaps tradicionais que vencem em abril, equivalente a US$ 9,711 bilhões, se fará alguma rolagem ou não.

#Câmbio #Economia

Em Destaque
Publicações Recentes