Dólar sobe sobre o real e fecha a R$ 3,19, maior valor em mais de um mês


A moeda norte-americana subiu 0,84%, a R$ 3,1931 na venda.


O dólar fechou em alta sobre o real nesta quarta-feira (27), em sintonia com o comportamento da moeda no exterior após a presidente do Federal Reserve Fed, banco central dos Estados Unidos, ter reforçado as apostas de alta de juros. Investidores também repercutiram o resultado dos leilões de petróleo do Brasil e de usinas da Cemig.


A moeda norte-americana subiu 0,84%, a R$ 3,1931 na venda. Veja a cotação do dólar hoje. Este é o maior valor de fechamento desde o dia 18 de agosto, quando o dólar terminou o dia vendido a R$ 3,202.


Nesta semana, o dólar acumula alta de 2,09% e no mês, de 1,45%. No ano, há baixa de 1,74%.


A presidente do banco central dos Estados Unidos, Janet Yellen, afirmou na véspera que o Fed precisa continuar com altas graduais dos juros, o que influenciava os mercados junto com o otimismo em torno da reforma fiscal a ser anunciada nos EUA.


Internamente, as atenções estão voltadas para os leilões de petróleo e das usinas de energia da Cemig, com investidores de olho no apetite dos investidores pelo país. Somente com o leilão de quatro usinas hidrelétricas, o governo federal arrecadou R$ 12,13 bilhões. Já o leilão de blocos de óleo de gás garantiu uma arrecadação de mais de R$ 3,84 bilhões em bônus, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).


O Banco Central anunciou novo leilão de swap cambial tradicional - equivalente à venda futura de dólares - para rolagem do vencimento de outubro. A oferta será de até 12 mil contratos.

#Câmbio #Economia

Em Destaque
Publicações Recentes